quarta-feira, 19 de março de 2008

Nada


"Não sou nada.

Nunca serei nada.

Não posso querer ser nada.

à parte isso, tenho em mim todos os sonhos do mundo." (...)


Tabacaria, Álvaro de Campos




1 comentários:

Mafas disse...

Esse "nada" de que falas, tem mais do que julgas! És linda, nunca te esqueças disso!